terça-feira, 29 de setembro de 2009

A maior solidão [Vinicius de Morais]

A maior solidão é a do ser que não ama.
A maior solidão é a dor do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana.
A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo,
o que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro.
O maior solitário é o que tem medo de amar, o que tem medo de ferir e ferir-se,
o ser casto da mulher, do amigo, do povo, do mundo. Esse queima como uma lâmpada triste, cujo reflexo entristece também tudo em torno.
Ele é a angústia do mundo que o reflete.
Ele é o que se recusa às verdadeiras fontes de emoção, as que são o patrimônio de todos, e, encerrado em seu duro privilégio, semeia pedras do alto de sua fria e desolada torre.
VINICIUS DE MORAIS...
Links Úteis:
Bolsas, Sapatos, Sandálias

3 Comentários:

Malu disse...

Passei para lhe visitar e ler um pouco de Vinícius que amo tanto...
Beijinhossssssssssss, Bene

Anônimo disse...

estava procurando um conto sobre VINICIUS DE MORAIS e me deparei com esse sit que eu simplemente amei
Bene vc acertou em cheio bjs

Anônimo disse...

Que Vinícius seja poeta de muitos, sua expressão é maravilhosa, pena que a essência deixou a desejar, pelo menos para mim quando disse "QUE ME DESCULPEM AS FEIAS MAS A BELEZA É FUNDAMENTAL", qual? a exterior ou a interior ou as duas? Por não ter sido claro deixou marcas sociais em muitos desorientados que a levam ao pé da letra. Alguns exemplos: A supervalorização da mídia em relação ao belo, a escolha masculinha em relação a bela, as oportunidades de trabalho quase sempre privilegia a beleza,ainda bem que em toda regra há excessões, do contrário o que seria dos considerados "feios" sob a ótica de Vinícius de Morais.

Postar um comentário

Deixe seu comentário e me faça feliz!!

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO